Documentário sobre Malangatana

O XIII Congresso da Lusocom abre, no dia 28 de novembro, com a exibição do documentário “No trilho de Malangatana”, um filme de Lurdes Macedo, investigadora do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade da Universidade do Minho.

Sinopse:
A narrativa do documentário gravita em torno do extraordinário conjunto escultórico “A Sagrada Casa dos Madjaha”, obra de Malangatana inaugurada em 1989, no espaço exterior da fábrica da Mabor, atualmente sujeita à degradação e ao esquecimento num subúrbio de Maputo. A partir deste exemplo particular, faz-se uma revisitação à vida e à obra do criador moçambicano de modo a fundamentar a necessidade de preservar não só este conjunto escultórico, como a sua memória e o seu legado.

“No trilho de Malangatana” foi idealizado sob a abordagem da comunicação para o desenvolvimento, numa co-produção entre o Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade e a Fundação Malangatana Valente Ngwenya, a fim de ser apresentado no Museu Virtual da Lusofonia. Concebido em paralelo com a preparação do processo de angariação de financiamento para o restauro do conjunto escultórico “A Sagrada Casa dos Madjaha”, o documentário pretende reforçar a fundamentação desta ação junto a doadores internacionais.

Com a duração de 25 minutos, “No trilho de Malangatana” foi rodado entre Junho de 2017 e Março de 2018, com equipamento não-profissional – uma câmara de vídeo de utilização doméstica e um smartphone Android – num trabalho em equipa entre a investigadora que conduziu os trabalhos no terreno e os interlocutores-chave envolvidos na preservação da obra do artista moçambicano.

Ficha técnica:

Título: No Trilho de Malangatana – Do legado à memória
Duração: 25 minutos
Co-produção: Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade + Fundação Malangatana Valente Ngwenya
Ideia original: José da Mota Lopes
Pesquisa, guião final e realização: Lurdes Macedo
Participação (Moçambique): Anastácio Jorge; Carlos Carvalho; Filimone Meigos; José da Mota Lopes; Manguiza Malangatana Ngwenya; Mussagy Jeichande; Mutxhini Malagantana Ngwenya; Otília Aquino; Severino Ngoenha
Participação (Portugal): Gracieta Malangatana Ngwenya; Fernando Mariano
Captação de imagem: Simone Faresin
Captação de som: Lurdes Macedo
Anotações: Lurdes Macedo
Textos Voz Off: Alda Costa; Lurdes Macedo; Severino Ngoenha
Voz Off: Farida Costa
Técnico de som Voz Off: Samo Elias
Pesquisa para edição: Isabel Macedo; Joana Domingues; Lurdes Macedo; Simone Faresin
Edição de imagem e de som: Joana Domingues, nos estúdios do Canal 180.
Logística: Anastácio Jorge; Lurdes Macedo; Mutxhini Ngwenya